Empréstimo do Banco do Brasil deve ser liberado em julho

O empréstimo solicitado pela Prefeitura Municipal de Amaturá ao Banco do Brasil no valor de R$ 5 milhões deverá ser liberado no início de julho para investimentos em infraestrutura. A previsão foi feita hoje pelo gerente de agência para o setor público, Raimundo da Silva Bahia em reunião na manhã desta segunda-feira (17/06) com o prefeito Joaquim Corado e os vereadores da Câmara Municipal, Orlandino Torquato (presidente), Paulo Carvalho, Carlos Pessoa e Jonas Eufrásio.
A operação de crédito solicitada pelo prefeito Joaquim Corado tem por objetivo aplicar o empréstimo nas obras de reforma do Mercado Municipal, Feira de Artesanato, construção do Parque da Cidade, construção da Praça e recuperação das ruas da Comunidade Indígena de Nova Itália, aquisição de uma perfuratriz para abertura de poços artesianos em comunidades, uma balsa, compra de dez flutuantes com energia solar.
Acompanhado do gerente de Relacionamento Francival Christian Santos, Raimundo Bahia afirmou que o empréstimo faz parte do programa Eficiência Municipal uma linha de crédito voltado para as Prefeituras Municipais.
“Amaturá deve ser a primeira Prefeitura do Amazonas a aderir a este programa”, declarou Christian aos vereadores.
O vereador Jonas Barroso Eufrásio agradeceu ao prefeito Joaquim Corado e ao gerente Raimundo Bahia pelas explicações sobre o empréstimo.
Durante a reunião o engenheiro João Corado apresentou plantas dos projetos das obras onde serão investidos parte do dinheiro captado através do empréstimo.
O empréstimo tem uma carência de seis meses, com o prazo de amortização de 60 a 120 meses, de acordo com o Banco do Brasil.
O Banco faz o acompanhamento da aplicação dos recursos a cada seis meses, mediante a prestação de contas.  
 

Fonte: Assessoria de Comunicação