​Delegado realiza palestras sobre Segurança em Amaturá

O delegado de Polícia Civil Rogério Rolim encerrou nesta sexta-feira (06/12), uma série de reuniões na cidade de Amaturá sobre segurança pública no município, para anunciar maior atuação das polícias Militar e Civil. Durante três dias o delegado promoveu uma audiência pública com vereadores e secretários municipais, duas reuniões em escolas da rede pública e o último encontro no Centro de Referência da Assistência Social. A presença do delegado foi uma resposta ao pedido dos vereadores e o prefeito Joaquim Corado realizada há duas semanas na Delegacia Geral, por uma maior segurança no município.
Em todas as reuniões o delegado que é titular da Delegacia de São Paulo de Olivença e presta apoio técnico às delegacias de Amaturá, Santo Antônio e Tonantins, fez uma exposição didática sobre crimes mais comum cometidos, como furtos, tráfico de drogas, crimes de trânsito, crimes contra a pessoa, dentre outras infrações.
Na última reunião realizada perante uma plateia que lotou o CRAS, Rogério Rolim contou com o apoio do promotor de Justiça de São Paulo de Olivença e de Amaturá, Sérgio Roberto Martins Verçosa.
Nos encontros, Rogério Rolim enfatizou que a Segurança Pública é responsabilidade de todos. Cobrou dos pais presentes mais controle dos filhos, principalmente dos menores de idade; o cumprimento das normas para o funcionamento de bares e dos estabelecimentos de entretenimento; o cumprimento das normas de trânsito.
De forma didática ele expôs cada item de transgressões criminais e suas penalidades previstas no Código Penal brasileiro com o objetivo de conscientizar a todos de suas responsabilidades.
“Segurança Pública não é só repressão, tem muito a ver com a educação e a educação é dever de todos, começa pela família. E assim cada um fazendo a sua parte, o pai controlando o filho, os comerciantes respeitando os horários, não vendendo bebida a menores, para indígenas e assim todo mundo sai ganhando e é o que eu espero que aconteça.”, afirmou ao final da reunião.
Representando o Prefeito na reunião, o chefe de Gabinete e secretário municipal de Administração interino, Gilson Alves, falou da preocupação do chefe do executivo municipal em relação a segurança pública. Disse que o prefeito Joaquim Corado está disposto em colaborar com a área de Segurança Pública.
Com uma população de aproximadamente de 12 mil habitantes, Amaturá possui um pequeno efetivo policial na estrutura da Segurança Pública, com um gestor de Delegacia e um diminuto contingente de policiais militares. Após várias solicitações do Prefeito, a Polícia Militar reforçou o efetivo com três policiais militares que atuam em forma de rodízio no município.
 
 

Fonte: Assessoria de Comunicação